maio 13, 2013

O orgasmo e o bem estar



Há alguns meses, cientistas da Universidade de Rutgers, no estado americano de Nova Jersey, chegaram à conclusão que o orgasmo activa mais de 80 diferentes regiões do cérebro. 

Utilizando imagens de ressonâncias magnéticas do cérebro de mulheres na faixa etária dos 50 anos enquanto tinham um orgasmo, os cientistas descobriram que no acto, quase todo o cérebro se torna amarelo, o que indica que o órgão está praticamente todo activo. 

Os níveis de oxigênio no cérebro também reflectem um espectro que vai desde o vermelho intenso até um amarelo claro, e isto tem um impacto em todo o organismo. 

NOTAS FINAIS DO JOTA:
Quer-me parecer que, fisiologicamente e até por experiência própria, a descarga de muitas tensões que o ser humano acumula, 'descarrega-se' por meio de um orgasmo. A ausência do mesmo, eventualmente, torna a pessoa irritadiça, triste, rabugenta e até mesmo com dificuldades para sorrir, certo ?

Será que o vosso estado de espírito é outro, após um orgasmo ?

ÚLTIMA HORA:
O Jota também sabe que um grupo de cientistas da Universidade de Estocolmo criou um aparelho para medir a intensidade dos orgasmos (!) Bom, sendo assim:


PARA ELAS vai ficar mais difícil fingir orgasmos. 
PARA ELES vai ser mais fácil entrar em picanços. 

 O Jota prevê diálogos deste género no universo masculino: 
- Então, quanto é que deste ontem de orgasmo à tua miuda?
- Epá mandei-lhe um 7.5 na escala de Ciccolina, com squirt e tudo!
- A minha até espumou da boca com um 8.4 pela retaguarda.

32 comentários:

  1. Interessante!!!
    Em outras palavras um punhetinha(masturbação) Faz um bem danado.
    :)

    Beijos quentes
    Casalquente

    ResponderEliminar
  2. eu já tinha visto algures pela net esse estudo...e não sei bem o que mexe cá dentro, mas que me deixa assim noutro estado, isso posso garantir que sim...o depois...depois entra-se num estado de relax total...

    Um beijo

    ResponderEliminar
  3. kkkkkkk... Independente das pesquisas científicas já havia, de muito percebido, que depois de uma ardentes noite de bom sexo o meu estado de humor ficar excelente e que a falta prolongada do mesmo provoca efeito contrário.... estou respondendo por mim...kkkk. Bjinhos


    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras

    ResponderEliminar
  4. Ah... as vezes o prazer solitário ajuda um pouco, mas não é a mesma coisa.kkkkkkk

    ResponderEliminar
  5. Eu estou sempre alegre, mesmo quando não tenho um corpo para dividir. Ele é meu bem querer embora nem sempre possamos estar juntos...coisas da vida! Orgasmo para mim é vida!
    Super beijos

    .••°Rا@V£RmëLh@•´¯

    ResponderEliminar
  6. A ciência vem provar o que é de senso comum.

    Tudo o que está relacionado com a satisfação dos instintos mais básicos dão prazer inexplicavel.

    O sexo tendo o orgasmo como componente não é exceção.

    Mo recato de cada um pode ser ótimo, agora na partilha a dois é divino.

    Gosto deste caráter ciêntifico em assunto ainda tabu.

    Se o prazer orgásmico fosse mais universal e corriqueiro o Mundo seria bem mais feliz, digo eu que nada sei.

    beijinho

    ResponderEliminar
  7. Como disse a Pérola, só prova o que já sabemos. Obviamente, nos tornamos lânguidos após um orgasmo (tem gente que fica até mais elétrica, mas, são raros), mais tranquilos, pra não dizer sonolento, né? :)

    ResponderEliminar
  8. Aqui no Brasil lutamos muito para divulgar a masturbação, mas ainda existem muitos tabus.
    Fato é que a mulher que se masturba, e que conhece seu corpo
    tem 70% a mais de prazer que uma mulher que não se toca.
    Nosso coberto é repleto de zonas erógenas que quando estimuladas causam uma sensação deliciosa, aumentando a libido e a lubrificação íntima, deixando a mulher pronta para o sexo.
    Mas como falei, os tabus ainda existem.
    Feliz é o homem que tem ao seu lado uma mulher que se masturba gostoso e que sabe dar e receber prazer...

    Bjs Jotinha, tudo muito bom por aqui, como sempre

    ResponderEliminar
  9. Nunca pensei sobre como é bom!
    Mas sinto meu corpo e mente em contato com o que é de melhor e bom na natureza humana...rs

    Beijos em você.

    ResponderEliminar
  10. Bom, primeiro quero dizer que preferia que a imagem que ilustra o post fosse de um orgasmo simultâneo, pois é esse que considero o verdadeiro orgasmo. Todos os outros são para-pseudo-quasi orgasmo.
    Não dá para te explicar o que se sente… no corpo e na alma. Só sei explicar o pós e, comigo, modifica-se conforme a hora do dia em que acontece. Se for matinal, fico mais desperta e atenta; se for nocturno fico relaxada e enroscada; se for ao fim da tarde fico tudo!
    Não fico "irritadiça, triste, rabugenta e até mesmo com dificuldades para sorrir” se não tiver um orgasmo, mas o meu (ex)companheiro fica(va) "irritadiço, triste, rabugento e até mesmo com dificuldades para sorrir” se eu não tivesse… ;)

    ResponderEliminar
  11. Nem mais! O estudo refere a faixa etária dos 50 anos mas eu penso que em qualquer faixa etária o orgasmo faz funcionar tudo na perfeição! Vivam os orgasmos, pois claro!

    ResponderEliminar
  12. Será pecado? Toda vez que me masturbo antes de dormir, tenho pesadêlos...

    ResponderEliminar
  13. Aí Jota, você já imaginou eu transando com a minha namorada e alguém com um aparelhinho medindo a coisa?! Não vai dar certo viu? Vai ser nota zero pro Tossan. Mas graças a punheta que somos felizez aqui em casa. Abraço
    Uma foto pra vc.
    http://tossanphotos.blogspot.com.br/2011/07/zelo.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim Tossan essa foto é muito importante, prevenção é fundamental.

      Mega-abraço!

      Eliminar
  14. Li este este texto e lembrei-me deste teu post…

    "E depois o orgasmo pacifica, acalma,
    e o coração acelera mesmo que acalme, e os olhos abrem-se mesmo que fechem.
    - Não sei de que gosto mais: se do durante se do depois.
    Quando se ama, todos os antes e os depois são durante."
    Pedro Chagas Freitas

    :)

    ResponderEliminar
  15. Imagen que dice casi mas que mil palabras.

    Gracias por tu visita.

    Besos.

    Lunna.

    ResponderEliminar
  16. O prazer solitário ajuda, mas nada melhor e prazeroso que um orgasmos a dois. Um abraço.

    ResponderEliminar
  17. Já não venho a estas lides dos blogs a muito...mas vejo que o teu está sempre muito "actualissimo" :P beijinhos Jota

    ResponderEliminar
  18. kkkkk agora já sei,quando ver alguém rabugento é falta de um bom ORGASMO!!bjs queridooo

    ResponderEliminar
  19. a impressão que eu tenho é que enfiando uma lâmpada na buceta da namorada
    a eletricidade produzida pelo orgasmo faria acender

    ResponderEliminar
  20. Ah, mas a vida fica beeeeem mais bonita depois de um bom orgasmo!

    Beijo Rouge

    Dani

    ResponderEliminar
  21. Uma bela e instigante matéria, achei os detalhes interessantes e levaram-me a pensar sobre algumas teses antigas, pra vc meu caro um gauchesco abraço tchê.

    ResponderEliminar
  22. pelos visto, voltei na hora certa: orgasmos! :)))

    muitos, verdadeiros e intensos. (nada como ser directa :b)

    e parabéns pelos mil, bem mereces ;)

    ResponderEliminar
  23. MUITO me fazes rir....
    mas concordo- pessoas sem orgasmo por algum tempo tornam-se irritáveis, tristes...conheço algumas assim , aqui no Burgo....

    ResponderEliminar
  24. Caramba, que interessante! Beijos, lindo.

    ResponderEliminar
  25. Ahhhhhhhhhhh agora entendo porque vejo estrelinhas quando tenho orgasmos, é o meu cérebro a ligar as luzinhas todas...

    Apesar de achar que sexo é importante e é bom, a satisfação e bem estar de uma pessoa não pode depender exclusivamente do sexo, isso seria muito limitador, há outros prazeres na vida que podem nos proporcionar momentos de muita felicidade...

    Beijoca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vês estrelinhas, porque tens os fuzíveis queimados. Só pode !

      eheheh !!!

      Eliminar
  26. Delicia linda,quero chupar todinha e meter essa pica que ficou bem duro aqui,que tesão,beijos....

    ResponderEliminar

█████████████████████████████████

彡 LICENCIATURA DO JOTA EM SEXOLOGIA ...

► na HISTÓRIA DA ‘QUECA’ PORTUGUESA
► no FELÁCIO DOS AUSTRALOPITHECUS
► na PATOLOGIA DA ÁREA DO PONTO G
► no CUNNILINGUS CONTEMPORÂNEO
► no PRAGMATISMO DA ‘CANZANA’
► e na MORFOLOGIA DO PÉNIS

█████████████████████████████████